Você já ouviu falar sobre a toxina botulínica? Não? E sobre botox? Certamente que já.

Curiosamente, botox é o nome popular dado à toxina botulínica, uma substância produzida pela bactéria Clostridium Botulinum.

Quando purificada e aplicada em doses corretas, a toxina botulínica é capaz de proporcionar benefícios incríveis para a pele, especialmente para o rejuvenescimento facial.

Sua aplicação é realizada em sessões, com pequenas quantidades, realizadas por profissionais.

A seguir, conheça um pouco mais sobre a toxina botulínica, como ela age, quais suas contraindicações e seus principais benefícios.

Como são aplicadas

As principais áreas de aplicação da toxina botulínica, ou botox, são a testa, o maxilar e próxima a região dos olhos.

A toxina tipo A, que é utilizada no botox estético, são obtidas através da bactéria mencionada, que libera uma substância líquida capaz de contrair a musculatura.

É aplicada com agulhas, em pontos estratégicos do rosto, e seu líquido apresenta resultados entre 48 e 72 horas seguintes ao tratamento.

Uma vez que a aplicação é realizada, a contração da musculatura promove a redução de marcas de expressão e do tempo, conhecidas como rugas.

A pele sobressalente é reduzida, promovendo um rejuvenescimento facial.

Logo, o tratamento é realizada pelo período de seis meses a um ano, com intervalo de quinze dias entre cada aplicação.

Usos terapêuticos

Além do botox e dos efeitos no rejuvenescimento facial, a toxina botulínica também pode ter outros usos terapêuticos.

Pode ser utilizada para tratamentos de bexiga hiperativa, espasmos, enxaqueca, estrabismo e distonias, por exemplo.

Além, é claro, de sua atuação nas rugas e marcas de expressão, suavizando os músculos da região aplicada.

Pré-requisitos

O indicado para utilizar a toxina botulínica para fins de rejuvenescimento facial é aplicar as injeções com um espaço de um metro e meio entre cada ponto.

Além disso, um profissional devidamente treinado deve realizar cada aplicação, respeitando o espaço de tempo de cada processo.

É recomendável utilizar botox em adultos acima dos 25 anos, de modo que os componentes químicos e estéticos atuem devidamente.

Contraindicações

Assim como todo procedimento estético, existem algumas contraindicações para a toxina botulínica que é utilizada para o rejuvenescimento facial.

Pacientes que possuam alergias a algum dos componentes não devem utilizar botox, além de mulheres grávidas ou em amamentação.

Portadores de doenças neuromusculares ou imunológicas.

Benefícios da Toxina Botulínica

Por outro lado, aqueles que optam por fazer a aplicação da toxina botulínica para fins de rejuvenescimento facial contam com uma série de benefícios.

O principal efeito, certamente, é a minimização e suavização dos sinais de idade e marcas de expressão provocadas pelo envelhecimento natural.

Os músculos faciais se contraem, de modo que a pele adquire uma aparência mais saudável, leve e brilhante.

Isso aumenta a autoestima e previne o surgimento de outras marcas no futuro.

Ainda, é possível suavizar as rugas de diversas partes do rosto, próximo das sobrancelhas, os chamados pés de galinha, no canto da boca ou na testa.

Conclusão

A toxina botulínica, conhecida popularmente por botox, é utilizada em diversos procedimentos estéticos, e agrega muitos benefícios, especialmente quanto ao rejuvenescimento facial.

Trata-se de um método seguro, comprovado cientificamente, que apresenta ressalvas apenas para pessoas com algum tipo de alergia, e com especial atenção para mulheres grávidas.

A toxina atua na contração dos músculos, suavizando, especialmente, marcas de expressão e do tempo, proporcionadas pelo envelhecimento natural.

Com isso, previne outras marcas, melhora a aparência facial, proporciona uma pele mais saudável e uma maior autoestima.

Assim, seus benefícios resultam em um rejuvenescimento facial prolongado, comprovado e de ampla utilização.

A toxina botulínica, ou botox, deve ser manipulada por profissionais, e aplicada adequadamente para proporcionar os melhores efeitos.